voltar
 
Mulher de 36 anos com dor abdominal chrônica, apresentando nódulo de consistência sólida, palpável na região suprapúbica direita.
 
     

Diagnostico: Endometriose da parede abdominal
 
Descrição:
 
    - Lesão da parede abdominal, mal definida, em uma paciente do sexo feminino, idade fértil, com história de cirurgia prévia, deverá sempre incluir no diagnóstico diferencial a possibilidade de Endometriose.

    - Uma história de dor cíclica (Flutuação hormonal) sugere fortemente o diagnóstico.

    - Diagnósticos diferenciais de lesão da parede abdominal incluem:
      Abscesso;
      Lipoma;
      Hematoma;
      Cisto sebáceo;
      Granuloma de sutura;
      Hérnia incisional;
      Tumor desmóide;
      Sarcoma, Linfoma e metástases.

    - US,TC e IRM são técnicas não invasivas e úteis para o diagnóstico.
      1. US mostra lesão heterogênea, hipoecóica e mal definida;

      2. Na TC, observa-se lesão hiperdensa, de contornos mal definidos e que realça pelo contraste iodado (algumas vezes este realce pode ser mínimo).

      3. Na IRM (método bastante específico) o aspecto de sinal varia bastante em virtude do conteúdo sanguíneo. Geralmente, a lesão possui isosinal quando comparada ao músculo em T1 e realça intensa e heterogeneamente após a infusão IV do Gadolineo.
 
voltar